Monday, October 31, 2005

O calcanhar de Sócrates

O facto é chocante e dá que pensar. Portugal tem mais 250 mil funcionários do que a Inglaterra apesar de ter cinco vezes menos habitantes.

Cavaco Silva, já depois de ter sido primeiro-ministro, disse um dia, para escândalo geral, que a única forma de o Estado se ir livrando deste sorvedouro de impostos era esperar que os funcionários fossem morrendo. Despedi-los era sobrecarregar a Segurança Social, reformá-los era lançar mais pandemónio no já frágil sistema. Cavaco esqueceu-se de acrescentar que muitos dos milhares de funcionários que entraram para os quadros no governo do engenheiro Guterres tinham sido contratados a prazo no seu tempo de vacas gordas, isto é, quando o défice chegou a atingir 9 por cento.

Tudo isto me lembrou um amigo que há 15 anos trabalhava, e continua, numa repartição no Terreiro do Paço e me contou uma vez o seu dia-a-dia atribulado de funcionário público. Imaginem o furor:


«Chego às nove e meia à repartição, já com a tolerância de meia hora dada pelo chefe. Assino a entrada e a saída de ontem à tarde no livro de ponto. Ligo o candeeiro da secretária, penduro o casaco, ponho o rádio baixinho na Antena 2. Está-se bem. O ambiente de trabalho está criado. Posso ir tomar o meu pequeno-almoço e ler as últimas no Martinho da Arcada. Até às 10 e um quarto ninguém me vai maçar.

Volto à repartição, passo pelo gabinete do chefe. Lá vão umas bocas sobre o jogo de ontem à noite do nosso clube. Óptimo. O chefe está bem disposto, é um pândego cá dos meus. Continua a gostar da minha cumplicidade futebolística e para o ano há promoção com diuturnidade. Esta ninguém ma tira mesmo que a gente perca o campeonato!

Já recomposto deste início de manhã infernal, sento-me finalmente à secretária. O tempo voa . Já são 11 e um quarto. O melhor é aproveitar para fazer umas chamadas. Ligo o zero. Peço à telefonista linha para uma chamada de serviço. Faço algumas chamadas pessoais mas isto de ter de trabalhar e de resolver os meus problemas é uma maçada. O melhor é que já passa do meio-dia, o chefe já desceu para a cantina e eu tenho de me pirar. Se não aproveito a hora de almoço para mim quem a há-de aproveitar? Regresso às duas e meia. Assino a saída da manhã e a entrada da tarde já com a meia hora de tolerância da praxe. Que seca!

São quase três horas. A fome aperta. Agora, que já cá estou, posso ir almoçar. Nunca falha! Isto de poder comer com o ponto assinado é um descanso. O pior é que quando chegar à secretária depois das três e meia vou ter de inventar qualquer coisa para trabalhar. Um problema para hoje vinha mesmo a calhar e amanhã já tinha que fazer. É assim que se mantém viva a chama do trabalho!

Entretanto já são quatro e meia. Vou distrair o chefe com mais umas bocas e piro-me. Não me pagam para fazer horas extras. Uff! O que vale é que para a semana há feriado com ponte. Colo um atestado a estes dias e dá para ir de férias na boa para um sítio onde ninguém me possa encontrar a passear de baixa.»


A história não é inventada e esse meu amigo continua a trabalhar, desculpem, a ser funcionário na mesma repartição.

Há dias convidou-me para tomar café às nove e meia (estão a ver porquê) no Martinho da Arcada. Em 15 anos, alguma coisa mudara. Já tinha computador e banda larga no serviço mas a desilusão tinha-se instalado. Tinha construído uma carreira com a reforma antecipada como meta. Agora, aquele «ladrão do Sócrates», ainda por cima em quem ele tinha votado, tirara-lhe o sonho.

À volta do meu amigo lá estavam os colegas que eu conhecera, agora muito mais velhos, cabisbaixos, derrotados da vida.

Nunca fizeram nada para sair daquela mediocridade mas a verdade é que também nunca ninguém se ralou com isso.


Luiz Carvalho in Expresso

Wednesday, October 26, 2005

Welcome to the Goose Fair!

Aqui estou eu de novo para vos mostrar um pouco das atracções de Nottingham.
Ocorreu entre os dias 5 e 8 de Outubro a 711ª Edição da Goose Fair.
Uma das maiores Feiras itenerantes da Europa, com mais de 150 atracções e 450 jogos!

Se quiserem saber mais sobre a história da goose fair aqui fica o site oficial http://www.nottinghamgoosefair.co.uk

Ficam aqui também algumas fotos que eu tirei. A ideia era para ir de noite, porque o "barulho das luzes" fica sempre bem, mas estava a chover (sim em Inglaterra também chove!), então as fotos foram mesmo tiradas de dia!














"Ora Tomem Lá"

Saturday, October 22, 2005

POWERLEAGUE!!!

Andava eu a "navegar" pela secção de anúncios do portal da universidade de Nottingham quando me salta à vista um anúncio de um tal de Wazir. Pois é o Wazir estava a procura de jogadores para fazer uma equipa de 5-a-side (futebol 5). Eu, que já sentia falta de "mandar uns pontapés na bola" respondi ao anúncio... Ele só tinha arranjado 3 jogadores e precisava de um para fazer os 5 (é onde entra aqui o "Je").

A ideia era participar num torneio de Powerleague (www.powerleague.co.uk). Powerleague é um jogo de futebol 5, onde a bola não sai (joga-se com tabelas), os jogadores não podem pisar na área do guarda redes (dá falta o que no caso de ser um defesa dá penalti), as balizas são mais largas e mais baixas (altura do peito) do que as balizas de futsal, não pode haver bolas acima da cabeça, e não há carrinhos ou tackles.

Ora chegando o dia D, de Domingo passado, lá fui eu a pé (3,3 Km, para vir é q foi o caraças!). Bom aquilo tem 15 campos, em cada campo jogam 5-6 equipas, cada uma com no minimo 5 gajos, façam as contas e vejam quantas pilas andavam por lá ( a amy devia ser a única rapariga num raio de 1 Km). Bom o Wazir telefona-me - más noticias - ele n conseguia acordar os outros 3 nigerianos que completavam a equipa ("Ora Boa :S!!!).

Passado uns minutos aparece ele com um dos nigerian boys - 3 n fazem uma equipa - bora lá procurar jogadores. Sorte a nossa estavam lá 4 gajos que precisavam de um para fazer equipa (4 + 3 = 7 = 1 equipa).

Adivinhem quem foi a estrela da equipa? O "je" pois está claro!! para verem que os gajos eram fraquinhos, que eles não queriam que eu ficasse de fora. Bom a conclusão de uma equipa feita às três pancadas e com o nome "Nottingham Stars" (Nottingham Stars quem é que foi o estúpido que se lembrou disto?? eu nem sou de Nottingham!) - 5 Jogos, 5 derrotas, 0 golos marcados!!!

Aqui ficam algumas fotos, para terem uma ideia do campo.








Alguém quer fazer uma equipa? eu estou disponivel :D

"Ora Tomem Lá!"

Recebi o mail...é apenas pra partilhar.

Assunto: A verdadeira razão da candidatura...

Um Crime (por Miguel Sousa Tavares)

Uma história de 2 aeroportos:

Áreas:

Aeroporto de Málaga: 320 hectares
Aeroporto de Lisboa: 520 hectares

Pistas:

Aeroporto de Málaga: 1 pista

Aeroporto de Lisboa: 2 pistas

Tráfego (2004):

Aeroporto de Málaga: 12 milhões de passageiros, taxa de
crescimento, 7 a 8% ao ano

Aeroporto de Lisboa: 10,7 milhões de passageiros, taxa de
crescimento 4,5% ao ano

Soluções para o aumento de capacidade:

Málaga: 1 novo terminal, investimento de 191 milhões de
euros, capacidade 20 milhões de passageiros/ano.O aeroporto
continua a 8 Km da cidade e continua a ter uma só pista

Lisboa: 1 novo aeroporto 3.000 a 5.000 milhões de euros,
solução faraónica a 40Km da cidade



É o que dá sermos ricos com o dinheiro dos outros e pobres com o
próprio espírito

Ou então alguém tem de tirar os dividendos dos terrenos comprados
nos últimos anos.

Ninguém investiga isto?


E sabem quem é o dono dos terrenos da Ota..... Pois é... o Dr.
Mário Soares, sabem agora porque é que ele se vai recandidatar ?!!

Porque o negócio com o Cavaco na presidência poderia ser
inviabilizado.



É preciso fazer alguma coisa.


Pelo menos divulguem

Friday, October 21, 2005

World Cup 2006




Considerando o facto de estarem apuradas para o fase final do Campeonato do Mundo de Futebol do próximo ano, na Alemanha, três selecções de futebol (Portugal, Brasil e Angola) de países cuja língua oficial é a língua Portuguesa, e, como tal, existir um universo de 200 milhões de pessoas que utilizam a dita língua como "língua materna", constituindo-se assim um vasto universo de pessoas interessadas em consultar a página oficial da FIFA, que presumo seja da vossa responsabilidade, solicito tomem as diligencias necessárias para que a referida página web seja também apresentada em Português.

http://www.petitiononline.com/FIFA2006/petition.html

Wednesday, October 19, 2005

Quarta, 19 de Outubro, 21h

E o Porto está a ganhar, a ganhar a ganhaaaaaaaaaaaaaaaaaar ao Inter!!!!!!!!!!!!!!! ÉEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEH!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Tumeta-te miforgas!

E mai nada!!!!!!!!!!!! ;-p

Monday, October 17, 2005

The Tales of Robin "Ganda"...

Pois é já estava a dever um outro post aqui das terras do Robin Hood!
O cenário alterou-se um pouco desde o meu último post! Na altura tudo era novo, estranho, uma tempestade num copo de.. "shot"!
Desde então a "minha" Amy chegou, já me ambientei e tudo corre pelo melhor. Agora ficam algumas fotos das vizinhanças da minha actual residência.
No 38, Cycle Road
Nottinhgham
NG7 2DT
Cycle Road - Como podem ver é uma rua agradável! E até tem um aviso para os ladrões! Simpático não é?

Passeio até ao centro - pela Derby Road. O Outono já chegou mas ainda não choveu quase nada! O clima aqui roça o tropical!
Exemplo do estilo de arquitectura que existe nas ruas de Nottingham!
Vem aí o autocarro!!! Nop afinal não! É para verem que aqui não há só minis, também há outros "bichinhos"!! Querias não querias?
De volta a casa e ao meu quarto, cuja janela está virada para este imenso pasto verdejante onde as borboletas voam a seu bel prazer e onde miúdas loiras usando vestidinhos às florzinhas correm descalsas... Nop isso queria eu, está mesmo virado para o campo de jogos de uma escola primária... Mas é verde!

Aquele abraço forte, directamente de Nottingham para vocês, espalhados pelos quatro cantos do Mundo!

"Ora Tomem Lá"

Domingo, 16 de Outubro de 2005, 19h, Grande Merda!

Pois, é! Este Sporting este ano não vai lá...
Ao contrário do Benfica que demonstrou ter garras de campeão, as unhas do "leão" nem pra riscar manteiga dá...
Penso que o "Pesudo" não terá mesmo condições de ficar. Se ele fosse um homemzinho e não estivesse agarrado ao salário - que em comparação com outros treinadores de grandes clubes não é nada de especial - já se tinha demitido.
Mas será inevitável.
Ontem não dava mesmo para ganhar. Eram os próprios jogadores que não queriam. São eles que querem o treinador na rua...e para isso recusam-se a jogar. Deu para ver isso ontem.
0-1! Até podia ser mais!!!
Enfim...no próximo fim-de-semana...será concerteza mais um "galo" :s

Saturday, October 15, 2005

Sábado, 15 de Outubro de 2005, 21h, Grande Derby

Antes de mais Boa Tarde.

Força BENFICA!

Ninguém PÁRA O BENFICA, NINGUÉM PÁRA O BENFICA, OLÉ OHHH

Prognóstico: 0 - 5, Bis de Nuno Gomes (Cabra Cega); Bis de Miccoli (Rato); e golo de Petit num pontapé do meio da rua...

Tá feito... escusam de ver o jogo...

NOTA: McCarthy é expluso por agressão a Ricardo Rocha após uma entrada impiedosa, que só não lhe parte a perna por milagre...

Monday, October 10, 2005

Entrei!!!

Pessoal, entrei no Mestrado de Biotecnologia! :-)

Enfim, um ano a marrar, outro a labutar (aposto que regando com vinho do porto, champanhe e bolinhos à mistura) no lab de sempre (o de Bioquímica/Bioenergética, p quem não está a ver) e talvez o doutoramento chame por mim.
No entretanto também não largo a outra via, o trabalhito no centro com os miúdos. E agora até vou ajudar uma mocinha de análises clínicas que quer explicas de bioquímica. :-)

Hasta a todos!

Ps - tranquem bem as portas e as janelas esta noite, não vá o furacão Vince mudar de intensidade...

Ps2 - Zépito, não queres fazer um post das autárquicas para o Ganda ficar actualizado? :-)

Tuesday, October 04, 2005

Então aqui vai: Oktoberfest



Ein Prosit, ein Prosit der Gemütlichkeit
Ein Prosit, ein Prosit der Gemütlichkeit


Traduzindo (mais coisa menos coisa):

Um Brinde, um Brinde à Alegria
Um Brinde, um Brinde à Alegria



Tudo começou com o casamento real do Príncipe Ludwig com a Princesa Teresa, a 12 de Outubro de 1810. Os habitantes de Munique foram convidados para as festividades, que se repetiram nos anos seguintes, dando origem ao Oktoberfest. No inicio o evento consistia numa corrida de cavalos e numa feira agrícola. Alguns anos mais tarde começaram a aparecer os primeiros carrocéis e bancas de cerveja, e no final do século XIX estas bancas foram substituídas por pavilhões. Hoje em dia o Oktoberfest é o maior festival do mundo com cerca de 6 milhões de visitantes todos os anos, provenientes dos 4 cantos do planeta. É também, como é sabido, o evento a nível mundial onde existe o maior consumo de cerveja, com quase 6 milhões de litradas deitadas abaixo todos os anos...

Munique

A cidade de Munique tem vários pontos de interesse, incluíndo a cidade olímpica e o seu centro histórico:








Oktoberfest 2005

Passando ao festival propriamente dito, ele consiste num parque de diversões que faz as alegrias de toda a família:








E também em 12 pavilhões com uma capacidade média de cerca de 5000 pessoas, onde o pessoal pode emborcar canecas à bruta e provar algumas iguarias gastronómicas. O ambiente dentro dos pavilhões é brutal, não dá para descrever:














Mas infelizmente (ou felizmente), a partir de uma certa hora as fotos começam a sair assim (tal como a visão do fotógrafo):





É então obrigatória uma nova visita ao Oktoberfest no próximo ano, e lanço o desafio aos bioquímicos espalhados pela Europa e não só (sim Joni, da Austrália a Munique é um saltinho, não arranjes desculpas...), e a todos os outros que nos queiram acompanhar. Decorem o refrão que escrevi no início, pois vão ter que cantá-lo muitas vezes.