Thursday, April 13, 2006

Despedidos com justa causa?

14 de Abril, 9 da manhã.
O despertador toca com aquele som estridente, rapidamente o desligo. É muito barulho e mereço tar na cama mais um bocadinho. Ligo o rádio, ponho na TSF pra ouvir as noticias... e fico naquele estado de sonolência meio a dormir/meio acordado...pra quem não faz nada,é uma boa maneira de começar o dia.
Pareceu-me ouvir que ontem (13 de Abril) não foram aprovadas leis no Parlamento por falta de quórum... claro que isso não é possivel, o país não desceu tão fundo, é óbvio que ainda tou a dormir. Falta de quórum há nas reuniões de condominio, sedes recreativas como a Ordem, clubes desportivos, etc... aí é normal. No Parlamento é claro que não é possivel.
E fui á minha vida...
14 de Abril. 10:30 da manhã, análise da realidade:
230 deputados, 120 faltaram... fazendo as contas encontravam-se na assembleia 110. Contas feitas pelo presidente da Assembleia da República, Jaime Gama.
Já sabemos que a classe politica não prima pela honestidade, e pensando bem, se eu tivesse no lugar deles era bem capaz de fazer igual. Têm imunidade politica, não têm multas, 12 anos no parlamento a destilar suor dá direito a uma reforma com que a maioria de nós só pode sonhar..
E podem faltar impunemente.
O mais estranho é o seguinte: desses 230 deputados, 194 assinaram "o ponto". Estiveram lá. Ou seja: para onde é que foram parar os 84 deputados que não chegaram á parte da votação? Adormeceram? Tavam na casa de banho e não chegaram a tempo? Vilamoura, talvez... quem sabe... o que é certo é que já tinham o dia "ganho", porque o ponto já tava assinado.
Agora fica a pergunta... não estamos presentes a uma fraude "mascarada" de falta??
De certeza que não é a primeira vez que esses 84 deputados têm esse tipo de comportamento. 84! É que se por acaso estivessem mais 6 deputados presentes na altura da votação, o quórum estava garantido, os projectos de lei tinham sido aprovados e ninguem ficaria a saber disto...
Neste momento tão eles na praia de Vale do Lobo a dizerem pra si próprios "porra, por 6.. foi por uma unha negra"; " só se vai falar disto durante 5 dias e depois esquecem-se";"vejam lá se descobrem quem foram aqueles 6 safados que faltaram e não avisaram o resto da malta"
Bem, fica a pergunta no ar: podem ser despedidos com justa causa?

Monday, April 10, 2006

Contagem Decrescente



Heróis do Relvado, Nobre Povo,
Selecção Valente e Imortal!
Levantai hoje de novo,
Qualquer coisa em Portugal!


As bolas e os homens, preparados
Que no ocidental Relvado Lusitano
Com passes nunca dantes tentados
Conquistaram um sonho humano!


Pois é, pois é, pois é, Pessoal...em Junho começa a nossa viagem, esperemos que termine em conquistas nunca dantes alcançadas!!
Viva a Selecção,
Viva Portugal!