Wednesday, September 05, 2007

"Smoking stays in your genes after you quit"

Um dos artigos que achei interessante na Nature desta semana.




When smokers quit, their bodies gradually begin to undo the damage cigarettes have wrought. But contrary to popular belief, not all of the body's systems make a full recovery. Although the risk of heart disease, for example, eventually returns to that of a nonsmoker, the risk of getting lung cancer and emphysema — a progressive lung condition that leaves sufferers struggling for breath — remains elevated even if the patient hasn't smoked a cigarette in decades.

"You are reducing the risk of disease by quitting," says Raj Chari, a cancer biologist at the British Columbia Cancer Research Centre in Vancouver, Canada, "but it isn't going back to zero.

18 comments:

Dédinha said...

Mas que raio de novo "visual" é este??? lol..acho mto bem..


Macho, macho man (macho man)
I've got to be, a macho man...lol

rearviewmirror said...

ou seja, a melhor opção a se tomar, é nem sequer começar a fumar.
O problema é o fumo dos outros, mas isso é outra história.

ganda said...

A melhor opcao é nao comecar, a segunda melhor opcao é deixar de fumar o quanto antes.

se fumas durante um ano aumentas o risco de ter uma qualquer doenca associada com o tabaco. se deixares ao fim desse ano, o risco de algumas doencas é reduzido mas de outras como o cancro do pulmao ficam.

Se fumares 20 anos, p.e. dos 15 aos 35 e se deixares de fumar. o risco é de contrair uma doenca associada é obviamente mais elevado. mas assim que deixas de fumar nao estas eliminar o risco apenas estas a evitar q o risco aumente.

Vanadis said...

Welcome back!!!!! Já não era sem tempo!! Curto o novo visual.

Ainda bem que nunca me deu para começar a fumar. Agora levar com o fumo dos outros, já é outra história.

RedFox said...

há tempos que não vos enriquecia com a minha sabedoria...

Vamos lá, vá...

O risco do cancro de pulmão é relativamente elevado para os fumadores, arrisco 80% dos casos, assim por alto... mas acreditem minha gente que o fumo não é, nem de perto nem de longe a Única causa de cancro dos pulmões, existem centenas de causas que podem levar a ter cancro nos pulmões...
Admiro-me principalmente por estes bioquimicos e derivados não falarem nisso e insistirem apenas no tabaco. Acho bem que falem, faz mal e eu também deixei, mas pq não se fala nos outros 20%??
Vamos continuar a deixar-nos levar com a areia nos olhos para os todos poderosos nos continuarem a contaminar com cancro nos pulmões mesmo se não fumamos ou se não estamos expostos ao tabaco???

haaa, mas isso é outra história...

gás rádon, todos inalam isto por dia sem sair de casa, fez-se luz?

RedFox said...

Ganda tens ai um problema com o certificado da imagem... vais resolver ou aconselho as pessoas a não visitarem o teu blog? :p

ganda said...

lol oh redfox... faz tempo sim :D

quando encontrares um factor que aumente mais o risco de cancro de pulmao do que o tabaco nos largamos o tabaco e comecamos a debater. E ja agora se quiseres enunciar os outros causadores estas á vontade.

Acho q todos nos sabemso q o cancro do pulmao, garganta e laringe nao tem como unica causa o tabaco, alias se procurares um post aqui no blog sobre o "desaparecido" Vasco Alvaro, veras que ele morreu derivado a um cancro de pulmao e ele nem sequer fumava.

E como coloquei no post e nos comentarios o tabco aumenta o risco, e como pessoa inteligente que es sabes concerteza diferenciar entre os termos "aumentar o risco" e "provocar a doenca".

E outra coisa o meu post e os meus comentarios nao se referem ao fumo do tabaco... se calhar isso foi mais direccionado para a vanadis :P

Em relacao á foto, vou ver se encontro outra, talvez uma tua? lol

Mas continua a recomendar as visitas, aqui eh tudo cultura:P

Anonymous said...

É só pedires, Ganda, estou aqui para ajudar :p

Outros causadores:

exposição prolongada a asbestos e causam também um
raro tumor da pleura chamado mesotelioma;

radiações, particularmente a inalação do gás radioactivo rádon (um produto da decomposição do rádio), que se encontra em minas subterrâneas e nas próprias casas de habitação;

exposição ocupacional a arsénico, crómio, níquel e poluentes atmosféricos;

outras doenças pulmonares associadas com fibrose e cicatrizes pulmonares, como a fibrose intersticial difusa, a doença obstructiva crónica pulmonar e a esclerodermia.


estes que enunciei, não aumentam o risco, como o tabaco. Provocam realmente a doença.

Um abraço.

RedFox

Vanadis said...

Bem, não sei se era pra mim ou não, mas reintero o que disse: tou farta de levar com o fumo dos outros. Na verdade estava só a falar em termos de me sentir incomodada, pois detesto o fumo do tabaco. Mas que me aumentam o risco de cancro no pulmão, aumentam...mais do que qualquer outra das alternativas apresentadas. De qq maneira, quem tem boca vai a roma, a modos que se estou incomodada, rara é altura em que não o digo a alto e bom som. ;-p
Portanto, peço delicadamente: não fumem pra cima de mim, vai. Quero ver se chego aos 200 anos!

Anonymous said...

Não era pra Vanadis, mas passou a ser, Era pro rearviewmirror, esse safado...

as outras alternativas não aumentam o risco provocam o cancro.

Era mais ai que me queria centrar do que no resto da discusão do fumar pra cima dos outros ou não...isso já foi debatido há uns tempos e penso que ninguém gosta.

O que eu acho é que nesses oitenta e muitos %, nas estatisticas, do tabaco ser causa do cancro estão incluídos outras causas que não o tabaco, senão vejamos:

Médico: O senhor tem cancro no pulmão...

Doente: thxi carago... porquê?

Médico: O senhor fumava?

Depois vêm quase sempre uma das 3 respostas seguintes:

1) sim.... Médico: Então estava à espera do quê?

2) Agora Não, mas já fumei... Médico: Pois, deixou de fumar, mas o risco apesar de menor manteve-se.

3) Não, nunca. Médico: Mas frequenta locais onde outros fumam?
-Sim, às vezes... Médico: Pois é! Os fumadores passivos também podem ter cancro de pulmão..


Quero com isto dizer que apenas num caso de cancro de pulmão que demonstre uma grande radiação ou posteriormente a uma morte se detete numa autópsia outros elementoss que não apenas o tabaco ou derivados da nicotina, são incluídos no restante das estatisticas.

Por exemplo, em grande parte dos estados da America do Norte é proíbido fumar em lugares públicos, as sondagens mostram que os jovens fumadores cairam para os 15%!! E no entanto os casos de cancro nos pulmões continuam a aumentar. Não foi à muito tempo que saiu um artigo no Diário de Notícias com este assunto.

E tentando usar a sugestão do ganda de usar a inteligencia, concordo que o tabaco aumenta o risco de cancro do pulmão e que inalar gás rádon provaca quase de imediato cancro, na melhor das hipoteses com alguma sorte provoca apenas 2 ou 3 tumores.

E era só isto que eu queria dizer para já.

RedFox

Vanadis said...

Para já? Quer dizer que ainda há mais?...tendo em conta que não ando para aí a inalar gases, nem tenho amianto nas paredes, nem antecedentes geneticos, se por acaso tivesse cancro no pulmão, não era de excluir o tabaco. Pode não provocar mas aumenta o risco de!
De qq maneira um fumador tem sempre de desculpar-se a si mesmo. :-p. Por mim, fumem o que quiserem, páh, a responsabilidade é só vossa, já que a saúde tb o é! Sabem ao que incorrem, são maiores e vacinados!
Eu só digo, e repito, outra vez: não atirem é o fumo pra cima de mim, que eu quero chegar aos 200 anos. Logicamente que se não levar com fumo em cima as hipoteses de chegar aos 200 aumentam, né????????
nada como uma raposa para animar a festa, ;-p

Anonymous said...

há sempre mais, hajam 5 minutos livres por dia e ai estamos "nós" a descarreger quaisquer centimetros cúbicos de stress...

Não duvido, grande Deusa, que tenhas sido tu própria a escolher, ou a descontaminar o uranio da areia que levanta as paredes de tua casa e que vivas num local sem indústria, ou com fábricas que já usem a tecnologia de aproveitar os gases, em vez de os soltar para a atmosfera, reaproveitando os mesmos com a separação do co2, criando energia limpa. Mas mesmo que assim seja, a escolha de andar por ai a inalar gases ainda n é decisão tua, porque se bem sei, essa tecnologia ainda tem uma falha, é que para fazer funcionar esse reaproveitamento de energia é necessário libertar também gass nesse mesmo processo.

Ou então, por outro lado poderás ter aderido à mascara de Mickael Jackson e então retiro tudo o que disse no último paragrafo.

Fui fumador durante 10! anos, deixei por opção e penso eu, por ganho de consciencia, mas nunca foi por isso que me desculpei, ou desculpo. isso é conversa de quem nunca soube "travar".

Continuo, como antes, a pensar que existe descriminação ao fumador, apesar de olhar hoje em dia para alguem a fumar e ter pena dele, pelos efeitos nocivos.
Mas, pq tive do outro lado, sei que existe. Não podemos pensar que somos melhor pq nao fumamos, quando do outro lado está alguém que tem um vício que é dificil largar.

para já... ;)

RedFox

Vanadis said...

LOLOLOL, Red Fox, o meu nick existe por causa do vanádio, não por causa da Deusa. Pelo menos em termos conscientes, LOLOLOL, que o que subconsciente faz eu já não sei!
Concordo quando dizes que há discriminação do fumador, há. Mas muitos fumadores discriminam e desrespeitam os não fumadores, ao jogarem o fumo para cima de quem optou por não fumar.
Eu não me julgo melhor, porque sei bem o que um vicio é e tb tenho os meus. Eu só quero é que não fumem pra cima de mim, páh!

ganda said...

Bem, o que eu acho é q voces com essa conversa de "nao fumem para cima de mim" e "o tabaco nao é o único causador do cancro de pulmao" desvirtuaram o sentido do estudo e do post. Fazer o que...

Anyway...

O estudo foi publicado na nature e demonstrou que os fumadores adquiriram alteracoes genéticas que se sabem estar associadas a esta e aquela doenca (cancro do pulmao, doenca coronaria, efisema, etc). Passados varios anos algumas alteracoes geneticas foram reparadas para o estado normal e outras nao. O que se verificou foi que as que nao voltaram ao estado normal sao aquelas que se sabem associadas ao cancro do pulmao e ao efisema.

Como estudo sério que foi inclui um grupo controlo (nao fumador, mas que vive em casas iguais as de todos e trabalha em sitos normais, estando por isso sujeito ás mesmas coisas do que o comum dos mortais e dos fumadores, tipo:
"exposição prolongada a asbestos e causam também um
raro tumor da pleura chamado mesotelioma"
"radiações, particularmente a inalação do gás radioactivo rádon (um produto da decomposição do rádio), que se encontra em minas subterrâneas e nas próprias casas de habitação"
"exposição ocupacional a arsénico, crómio, níquel e poluentes atmosféricos",
e até
ao fumo dos fumadores eles estiveram expostos.
Tal e qual como os fumadores, só que nao fumam.

Só comparando um grupo com o outro é que foi possivel chegar á dita conclusao. E nem poderia ser de outra maneira.

:D

Vanadis said...

Clap clap e mai nada, ganda interpretação. Por acaso andava aqui procurando artigos e encontrei um que associava as radiações do telemovel ao aumento de stress oxidativo...parece que falar ao telemovel envelhece!!!!!!! mmm, isto dando um salto muito grande, claro.
Eu cá acho é que falar ao telemovel stressa. E ao mesmo tempo, como tá a falar, a pessoa engole muito ar, oxigénio incluido logicamente. Então, stress + oxigénio = stress oxidativo. :D ok ganda, podes bater-me por induzir todos em erro. LOL!

Anonymous said...

ó ganda, como todo o respeito.

Um estudo vale o que vale. E a Nature tem o peso que tem na vossa area. E é lógico tu teres achado o estudo propriamente dito, mais interessante do que eu,pois estás dentro desta area.

Contudo, se o titulo fosse "Smoking stays out your genes after you quit", certamente que os experts encontrariam forma de provar pelo menos em parte, tanto como este faz, que seria verdade.

é uma questão de prespectiva de quem quer provar o que quer que seja e tem manancial para o poder fazer.

A minha intervenção, que não acho ser desvirtualizada do post, foi mais "A função faz o órgão".

Não retirei o valor ao estudo, já que este tinha um proposito bem definido. Tentei abranger neste, outros aspectos, que não apenas o objecto especifico em questão.

Até porque se leres acima não teci argumento algum contra o estudo, nem podia. Mas, até por ser uma conclusão de estudo tão intuitiva, e sem ter bases cientificas para o poder discutir e mesmo, porque já não passava no teu blog há muito tempo e ainda porque qd cheguei, pareceu-me que já tinha morrido, ou melhor, já estava a levar com o fumo em cima, tomei a liberdade de com o pouco que sei mandar uma laracha prá fogueira...

Mas como viste, se não ateou... pouco faltou...

E já chega por mim.

RedFox

ganda said...

@Redfox espero que ainda des contributos a este forum/blog, porque é claro para todos que as tuas contribuicoes trazem sempre salutares discussoes :D.

Esta conversa de tabaco nao é um tema virgem entre nos, mais do que uma vez conversamos sobre isso.

Sem querer ser pedante,

"Um estudo vale o que vale. E a Nature tem o peso que tem na vossa area." Um estudo vale o que vale, mas ha estudos e estudos. E a Nature nao tem só peso na "nossa" área. É uma revista conceituada nao só na nossa área mas na impressa em geral, devido á sua imparcialidade e ao facto de os artigos serem "peer reviewed" com muito rigor, sendo por isso extremamente dificil publicar nela. (é claro que em todos os sectores da sociedade há favorecimentos e mentiras e concerteza tb os havera na nature)

O titulo realmente poderia ser "Smoking stays out your genes after you quit", mas para isso os experts teriam de ocultar informacao (especialmente a relativa ao cancro do pulmao e ao efisema) e isso nao seria muito correcto...

Pode ate ser uma questao de prespectiva, talvez tanto quanto questoes do tipo será o preto preto? é o benfica realmente o maior clube do mundo como o guiness diz? (fodasse nem acredito que pus isto em causa :P)

Entendi que quisesses estender o tema, tentando fazer com que se visse o assunto nao apenas com uma prespectiva, e eu nao vejo nada de errado nisso.

E sim laracha ateou! :D

Mas aqui a questao nao era so o tabaco ser vilao (com o sem peneiras para tapar o sol), mas tambem o facto de alguns orgaos recuperarem de danos e outros nao... Acho uma informacao pertinente para as pessoas que eventualmente pensem em comecar a fumar, ou que deixaram de fumar ou que estao a tentar deixar de fumar, até pq nem tudo é mau na prespectiva deles, pelo menos sabem que reduzem o risco de algumas doencas ao deixarem de fumar... Podia ser pior... :D

@Vanadis Eu nao bato em ninguem mas acho que esse estudo nao tem muito relevo aqui para esta conversa... talvez um post diferente? E em relacao ao induzir em erro, foste tu que ficaste furiosa com o RAP por ele o ter feito... 2 pesos e 2 medidas? lol :D

Voltem sempre :D

Vanadis said...

aaaaaah, já sabia que ias buscar issoooo!!!!! mea culpa mea culpa!!!! mas tens de concordar que tem piada...a do stress oxidativo.
Eh páh, eu vou-te explicar como é que saltei para esse artigo (eu não penso, eu cavalgo pensamentos): foquei a atenção em cancro provocado por radiações, e logo a seguir (estava fazendo pesquisas) vou dar com o tal artigo da radiação do telefone e tive de fazer a piada!!!