Monday, October 08, 2007

Última Hora!

Eu a pensar que não podia haver mais insólito nenhum, quando me vibra o sharp (nota mental: mudar para nokia). Mensagem da mamacita: "estou a ver a sic notícias...estão a alertar para uma ameaça de bomba em Faro!". Onde????? O quê??? Bomba??? Não eram raios??? Eh páh, o Gajo está a jogar duro e sujo!!! Bomba???? Em Faro???
Mais insólito ainda, a ameaça proveio de um gajo que falava...basco! Ah sim senhor, e ainda atribuiu a dita cuja à...ETA!!! A ETA a atirar bombas para Faro?? Mas os gajos tão parvos ou quê?? Será que se fartaram de despedaçar carros e polícias espanhóis e agora, qual criança a quem não compraram um chupa, viraram-se para o Algarve (ou será que foi para o all-garve?...)??
Segundo a Sic Notícias e mais uma data de jornais online (dizem todos a mesma coisa; espreitem, por exemplo, o Observatório do Algarve), o Jornal do Algarve terá recebido uma chamada anónima (às nove da matina, mas estes gajos são doidos, quem lhes encomendou o serviço de despertar??) de um indíviduo que anunciou, numa mixórdia de basco, castelhano e francês, haver uma bomba Etarra com o nome de Faro gravado. Mas estes Etarras ensandeceram de vez!!!
Bem, a verdade é que no passado 30 de Setembro Portugal e Espanha assinaram um tratado qualquer de caça à ETA, na sequência da suposta descoberta de supostos esconderijos da ETA no Algarve. E eu pergunto, sem pinga de compreensão: o que é que o meu cú algarvio e português tem a ver com as calças caça-etarras??? Quem assinou o tal tratado de "está aberta a época de caça ao etarra" não fui eu, nem os algarvios, alentejanos altos e baixos, ribatejanos, estremanhos, beirões altos e baixos e litorais, dourados, minhotos, trásmonteiros (se me esqueci de alguém, batam)...partiu tudo de uma complicadíssima rede de relações ibéricas, encabeçada por uma raça totalmente àparte da nossa (os governantes políticos, claro está)!!!
Como sempre, o mexilhão é que se lixa e, desta vez, até uma bomba lhe querem atirar às fuças...

9 comments:

ganda said...

A questao eh: havia ou nao havia bomba?

Vanadis said...

Que eu saiba, não. Acredito que tenha sido a ETA a armar o reboliço aka falso alarme, para instaurar um clima de miúfa, de modo a que os algarvios pensem duas vezes antes de denunciar algum etarra. Isto na lógica deles.
Se fosse bomba a sério, teriam dito o local e meia hora depois aquilo explodia. E teria de ser um local com policia à mistura.
Não rebentou nada por aqui, nem sequer um laboratório! =)

RedFox said...

Era só uma bomba pra rebentar com o milho transgênico e o sotaque do tipo que fez a ameaça era só da moca.

Isto tem dedo do rearviewmirror...

Vanadis said...

LOLOLOLOL, bem pensado redfox!!

Violeto said...

Que se foda!

Vanadis said...

O que, o algarve???

rearviewmirror said...

REpito novamente: N�o fui eu!

foryou said...

Os orgãos de comunicação têm o poder de "controlar" (para não dizer manipular) a informação. É um dos resultados (diria menos bons) da globalização.

A questão ETA como aliás toda a problemática terrorismo tem muito que se lhe diga e como em todas as problemáticas é sempre conveniente conhecer todos as versões das histórias.

Quanto à bomba... pois, não comments... estou como o rearviewmirror, olha eu não fui!!

Vanadis said...

Claro que é conveniente conhecer dois lados da historia. Mas quando um dos lados anda para aí a atirar bombas ao mexilhão...perde de imediato a razão. A ETA não tem razão de existir. São apenas uma cambada de frustrados sem outra ocupação que não lutar numa guerra sem sentido. Nem os próprios bascos os aturam...