Tuesday, February 15, 2005

VOTAR..

Domingo vai haver eleições... Servirão elas para nos tirar da "lama"? Votar em quem? Eu estou a fazer quase tudo para poder ir votar... mas muitas vezes me pergunto para quê?

Comentários?

7 comments:

Vanadis said...

Olha, só vendo. Se estas eleições nos tiram da lama ou não, só vendo o que vai acontecer. Obviamente que todos esperamos que sim.
E já todos sabemos quem vai ser o novo primeiro ministro. Só espero é que ele também pense e, logo, exista...
Por mim, a questão está em evitar maiorias absolutas. Estas são perigosas, muito perigosas. Por isso, o meu voto vai ser nesse sentido.
Votar vale sempre a pena...nem que seja só para mostrar descontentaento votando branco! Se todos fizéssemos isso, em vez de nos encostarmos ao argumento de que "não vale a pena", talvez esse descontentamento viesse a lume. Imaginem lá a barraca que seria se, por exemplo, houvesse uma isenção pequeníssima acompanhada de 50% de brancos?? Tinhamos aí a nossa revoluçãozita, penso eu de que...

Bora, pessoal, todos às urnas no Domingo!!!

Vanadis said...
This comment has been removed by a blog administrator.
ZP said...

Vanadis, qual é o perigo de uma maioria absoluta? Na minha opinião, perigoso é ter um governo em funções com uma maioria relativa. Um governo sem maioria absoluta vai-se limitar a tomar medidas avulsas para se conseguir ir mantendo no poder. Nunca vai poder fazer reformas de fundo a médio e longo prazo, nunca vai ter força para tomar decisões menos populares que todos concordam que têm que ser tomadas. Um governo sem maioria absoluta vai-se limitar a tomar decisões superficiais e vai pensar sempre a curto prazo, e não é nada disto que o pais precisa, na minha opinião. Seja uma maioria absoluta do PS ou de uma coligação de esquerda, o importante é haver maioria absoluta. Eu preferia que fosse do PS, pois nenhuma das outras duas alternativas à esquerda me inspiram muita confiança.

Duarte Molha said...

Olá pessoal...

Sabiam que afinal n é só nos estados unidos que se fazem falcatruas com eleições...

Em Portugal as pessoas na minha situação (Estudantes no estrangeiro) n tem qq via legal para se poderem inscrever e votar nestas eleições. Nem mesmo estando dispostos a viajar até Londres à Embaixada...

Mandei uma carta ao Sampaio a explicar-lhe que isto de ter mandado eleições antecipadas para menos de 75 dias depois de ter deitado abaixo a assembleia fez com que n exista nenhuma hipotese de eu votar...

E viva a democracia em portugal...

Um abraço,

Duarte

ganda said...

Epá Duarte, quem vai a londres vai a setúbal!!

Prof. Bambo said...

Bom, eu sobre isto tinha muito a dizer mas confesso que agora não tenho muito tempo...
Acho que estas eleiçoes, tanto pelo timming em si, pela pouco afastamento em termos temporais ao 2 anteriores governos de esquerda do Engº Guterres e agora do Dr. Santana Lopes, bem como o tipo de camapanha que até hoje (5a feira) se tem feito, são umas eleições talhadas pro crescimento dos pequenos partidos.Penso que isso é o que vai acontecer dia 20: o crescimento no número de votos de partidos como o BE e principalmente do CDS/PP.
Digam o que disserem do Dr. Paulo Portas, que ele é assim e assado, o que é certo é que a posição dele na campanha tem sido a mais correcta de todos, isenta de erros e evitando sempre a critica directa aos adversários, com exclusão feita ao Dr. Francisco Louçã (que não gosta dele nem pintado!).Muitos votos o CDS/PP vai conquistar ao PSD!
Claramente o PS sairá vencedor, mas já não oiço as pessoas elogiarem tanto o Engº Socrates qundo ele falava nos comentários televisivos e nada mais.Não é um politico de excelencia e as pessoas cansaram-se dele depressa.
Seja como for, dia 20, todos às urnas.Eu vou lá estar todo o dia (que remédio, nomearam-me como delegado à mesa de voto,:s).
Como dizia o outro: "Ganda noia, Martelo"!!!!

Vanadis said...

Maiorias absolutas convidam ao despotismo. É o que eu acho. Percebo o que queres dizer, ZP, e reconheço que os teus argumentos são válidos.
Mas das duas umas, ou o Governo de maioria absoluta tem muito medo de tomar certas decisões e acaba por não fazer nada de nada, ou não tem medo absolutamente nenhum e faz o que lhe dá na real gana.
Sem maioria absoluta, a oposição tem uma presença mais forte e as ideias não se limitam às de um só partido. Especialmente se for o PS,porque sinceramente, entre este e o PSD, venha o diabo e escolha! Ainda não percebi a diferença real entre um e outro...
Se existisse um partido digno desse nome, a maioria absoluta não seria tão mal-vinda assim. Mas como isso só acontece na ilha da Utopia...
Eu ainda estou indecisa...não sei se branqueie a coisa ou se ajude a dar força aos outros partidos (PP à parte...reconheço que a postura deles tem sido das melhores, mas não os gramo nada de nada)...

Vamos ver...