Sunday, October 17, 2004

Palhaçada

Depois de Guimarães, onde quase nos tiraram a vitória com um penalty que até deu vontade de rir, hoje veio um tal de Benquerença oferecer a vitória ao porto. É verdade que o porto foi superior na primeira parte, mas a segunda parte foi nossa culminando em várias oportunidades, incluindo um penalty claríssimo não assinalado, e um golo limpo que só o tal Benquerença não viu. Neste último lance foi perfeitamente visível a "injustiça" que tem sido a não chamada de Baía à selecção.
A verdade é que o "brilhante" início de campeonato do porto com 3 empates em 3 jogos tinha que ser compensado de alguma forma, e aí está. Parece-me que não vale a pena continuar a acompanhar a superliga, o campeão está encontrado. A palhaçada continua...

14 comments:

Prof. Bambo said...

Bom eu como "lagarto" foi um resultado que nos agradava.;)Mas isso agora não interessa...
Relamente o jogo foi uma palhaçada!E olha que o Benquerença é benfiquista!!!Golo que não foi validado vi, agora penalty....hum :s
Mas com o clima que estava instalado antes do jogo criado pelos 2 dirigentes seria de esperar que o jogo fosse de uma arbitragem dificil.O que realmente veio a acontecer.Se o Petit não tivesse rematado de tão longe o fiscal de linha estaria situdo junto à bandeirola de canto e teria visto o golo!Quem manda rematar de tão longe???
O melhor veio depois na Sala de Imprensa.O futebol português é de chorar a rir...

ganda said...

Eu acho que o empate era o resultado justo, mas se caisse a vitória para o benfica também não ficava nada mal...

É triste mas tenho de culpar o Fyssas pelo golo do Maccarthy. Posso tar a embirrar com o lance, mas ficou gravado na retina. Como é que um jogador de 32 anos (isto significa: experiente), internacional grego e campeão europeu, faz um "passe" (tá bem foi com o pé direito) ao portista? ainda por cima quando não estava pressionado e tinha mais atrás o Ricardo Rocha e o Moreira, a quem poderia ter feito o passe?

Culpa-lo pelo golo pode querer dizer culpa-lo pelo resultado, mas em relação a isso não digo mais nada...

Fomos roubados, mas se foi premeditado ou propositado já não sei. O que interessa é que os lances aconteceram e prejudicaram o benfica. 1 penalti limpo e um golo limpo. o q daria pelo menos o empate.

O que me enerva mais é a arrogância portista. Eu n tenho problemas nenhuns em admitir que na primeira parte não jogamos nada e que o porto controlou a seu bel-prazer, também não tenho nenhum pudor em dizer que na segunda parte os papeis inverteram-se (não o porto não estava a controlar o resultado).

O jogo do benfica é mais directo, e ainda falta muita coisa. Queixar-mo-nos do árbitro é um escape, e até podemos ter razão, mas esperar-mos que seja o árbitro a resolver os nossos jogos, também não acho muito bem...

O jogo, quanto a mim, teve duas situações de perigo eminente e duas de perigo fortuito, divididas entre as duas equipas.

Situações de perigo eminente:

Benfica - Lance em que Karadas é agarrado na àrea do porto.
Porto - No fim do jogo, quando o benfica estava balanceado no ataque, um contra-ataque quase mortífero do Porto com Maniche a chutar e miguel a desviar com o árbitro a dar pontapé de baliza.

Situações de perigo fortuito:

Benfica - um remate de Petit do fundo da rua, que parecia perfeitamente controlado por baia. No entanto este dá uma das suas Fifias (acho q a nº 59 do livro: "as fifias do Baia") e a bola entra claramente dentro da baliza (golo mal anulado)

Porto - um mau alivio de Fyssas (GRRRRR) entrega a bola de bandeja a MacCarthy que com um belo "Chouriço" e a colaboração ainda que involuntária de Luisão, faz o golo do porto.

Das situações na Conferência de impressa o meu comentário para esses senhores é "get a life"

"Ora Tomem Lá"

ZP said...
This comment has been removed by a blog administrator.
ZP said...

As atitudes dos dirigentes não me interessam para nada, sejam eles de que cor forem. Eu gosto é de futebol e o que me interessa é o que se passa dentro das 4 linhas. Em relação ao golo ninguém tem dúvidas, em relação ao penalty cometido pelo Seitaridis (que levava o 2º amarelo) também ninguém tem dúvidas, nem a comunicação social. Há também outro lance em que o Karadas é puxado pelo pescoço pelo Pepe dentro da área, de que não se fala. Seja como for, os pontos ficaram para o porto e o resultado é que fica para a história. Vai-se repetir o mesmo de outros anos, o fcp é levado ao colo até alcançar uma vantagem considerável, e lá para o fim do campeonato já ninguém se lembra. Talvez nas últimas jornadas, quando a vitória já estiver garantida, venham as compensações nas arbitragens para "mostrar que os erros acontecem para os 2 lados". É este o nosso futebol...

ganda said...

Pois é, eu sei que é dificil engolir, mas tu achas que era humanamente possível ver bem esses lances?

A comunicação social diz que a bola entrou e que foi penalty, mas também é unanime em dizer que eram lances de dificil ajuizamento, não por serem lances confusos mas pela posição do árbitro e do fiscal de linha...

no entanto já tou como o tiago: "se eu fosse árbitro marcava sempre..."

Anonymous said...

Olá! Daqui tecla o Horácio, preguiçoso demais para se registar :-)

Realmente, a arbitragem do Benfica-Porto não foi perfeita. Não que eu alguma vez tenha visto uma arbitragem perfeita... E também não estava à espera de vê-la este domingo. Ou alguém aqui queria estar no lugar do Olegário Benquerença à entrada para aquele relvado?

O ambiente que rodeou esta partida de futebol foi, mais uma vez, assassino. E aqui as culpas vão inteirinhas para o SLB. Aproveitando o facto de a sanção prevista nos regulamentos para a não cedência de bilhetes à equipa visitante ser uma anedota, entenderam que o Estádio da Luz ficava bem era todo de vermelho para o apoio da equipa da casa e o esmagamento da equipa visitante.

Deselegante, no mínimo, porque os que lá iam, mesmo os do SLB, também iam para ver o FCP (não me parece que o estádio encha todas as semanas). FCP que, naturalmente, tinha direito a uma percentagem razoável dos bilhetes. Parece que a requisição desses bilhetes não foi feita dentro do prazo mas o SLB, de forma magnânime, ainda arranjou mil e poucos para ceder, uma esmola. E fê-lo porquê? Porque PODIA. Tal como o FCP, quando foi o caso da inscrição irregular(?) do Ricardo Rocha, PODIA ter protestado a Final da Taça de Portugal. Mas aí prevaleceu a decência.

O FCP protestou e o SLB lembrou-se de, como dizem os anglo-saxónicos, 'add insult to injury'. Agora exigiam um pedido de desculpas... Sim, claro! Em prosa ou em verso? Espaçamento simples ou duplo?

Voltando ao jogo:

- O Jorge Costa devia ter levado um cartão amarelo? Devia. Mas o Seitaridis e o Diego foram amarelados sem que eu percebesse porquê, principalmente o último.

- O penalty sobre o Karadas? Não me parece, a sério.

- A bola entrou quando o Baía 'complicou' o que parecia fácil? Entrou, pelo menos eu vejo-o assim. Mas não formei opinião da primeira vez em que vi o lance, como o árbitro teve de fazer. E o juíz de linha, que estava no lugar correcto (no enfiamento do último defesa para avaliar hipotéticos foras de jogo), também não viu o lance do local mais favorável.

A 1ª parte foi do FCP, a 2ª parte foi do SLB, mas os 3 pontos ficaram para uma só equipa. E a culpa disso pode ser do árbitro, mas também é do Trapattoni que se lembrou de inventar...

Já depois do jogo, na conferência de imprensa, a cagada do costume. Esperem, do costume não, porque esta foi uma cagada de contornos épicos, no mínimo.

E aqui, mais uma vez, acho que o Veiga e o Vieira não foram felizes. O Veiga porque veio falar da arbitragem em termos MUITO graves. Logo ele que se armou em paladino quando o Pinto da Costa mandou umas bocas por um árbitro não ter assinalado um penalty em Braga. O Vieira porque caíu na asneira de falar na esposa / namorada do PC. É verdade que ela o deixou de mão pendurada há uns tempos e desta vez lhe chamou orelhudo. A diferença são as responsabilidades de um e de outro. Ela é só uma adepta, eventualmente uma adepta célebre. Ele é presidente do SLB.

ZP said...

Horácio, subscrevo tudo o que dizes em relação aos dirigentes do Benfica, a história dos bilhetes foi uma trapalhada, e as declarações do LFV sobre a vida pessoal do PC foram despropositadas. Em relação ao que se passou na conferência de imprensa, só posso dizer que me deu muita vontade de rir. Passando ao que interessa (o futebol), é óbvio que o ambiente criado pode ter dificultado a vida ao árbitro, mas a verdade é que os (muitos) erros foram todos para o mesmo lado. Os amarelos ao Diego e ao Seitaridis não me parece que tenham sido mal mostrados. Talvez possa ser um pouco exagerado o do Seitaridis, mas isso é uma questão de critérios.
Um abraço

Vanadis said...

Eu já sabia que este post ia dar pano para muitas mangas!!!! LOL

Bem, eu sou portista cada vez menos ferrenha (não digam ao Horácio...) e não vi o jogo, mas deitei o canto do olho às repetições e ainda à tal conferência de imprensa.

Uma coisa eu vi: aquele golo que dizem que não foi golo, foi mesmo GOLO. Agora, o árbito é que decide, de acordo com aquilo que vê. Se ele não viu, não viu. Apitou, está apitado. São assim as regras...se a arbitragem foi boa ou má, não sei, mas sei uma coisa, qd algo corre mal, a culpa é sempre dos coitados dos árbitros...

Enfim, que mais posso eu dizer...

Quero o meu Flokito de voooooooooooooltaaaaaaa.... :-(((

ganda said...

Horácio só um aparte: para quem é preguiçoso para se registar, fartaste-te de escrever, lol ;)

E voltando ao post -------------

Está claro que neste post quais são as facções que cada "comentarista" defende. No entanto, e espero que reconheçam, eu estou a tentar ser imparcial.

Há um assunto que pelo menos é unanime: a bola entrou aquando da fifia do Baia.
Agora se o fiscal (a quem competia o ajuizamento deste lance) estava bem colocado face ao último defesa, ele não é obrigado a seguir a trajectória da bola (até pq não teria velocidade) e estar na linha de fundo, é certo. No entanto é dever do árbitro auxiliar (o dito fiscal) ter percepção dos lances, da trajectória da bola, um pouco de fisica. Se um árbitro auxiliar não é formado nesse sentido temos problemas graves...

Os cartões, admito que o Seitaridis tenha sido injustiçado. O mesmo já não acho com o Diego, ele até pode não ter tocado nele, mas isso não significa que não fosse merecedor de cartão. aliás já vimos nesta superliga e na Europa do futebol "n" cartões iguais.

Tudo o que rodeou o jogo, o antes e o depois, para mim só envergonha os benfiquistas principalmente, mas os portistas também...

ganda said...

Palavras do Jorge Coroado (que é um grande palhaço, mas desta vez até disse qq coisa de jeito): "se o árbitro valida o golo do benfica matava-se 2 coelhos com 1 cajadada. Evitava-se a polémica se entrou ou não, e a questão do Baia ir ou não à selecção também ficava resolvida"

:D

Prof. Bambo said...

Dois dias depois do "derby" é incrivel ao ponto que isto chegou!O Benfica diz que se vai queixar à FIFA, UEFA, Liga, Governo, Ilga, PeV, Soc Columbófila das Caldas da Rainha e por aí adiante...
Mas o que é que esta gente quer?Ainda hoje vinha num jornal deportivo diário, que se intitula a "Biblia" de 6 milhões de portugueses, uma personalidade dizia que "os dirigentes tão a matar o futebol"!
Ora, a verdade é só essa meus amigos!Tentem abstrair-se da polémica e digam-me além do erro do golo não validado, onde é que o Juiz de Leiria errou??
-O 1º penalty reclamado sobre o "cepo" do Karadas acontece em todos os jogos de futebol e não marcam penalty;
-O 2º penalty reclamado no lance entre o Karadas e o Pepe na pequena area não é penalty em nenhum sitio do mundo, incluido Portugal!(é simplesmente um lance dividido entre os 2);
Agora o clima que se instalou já era privisivel.Atitudes mais graves não foram do arbitro mas sim de uma adepta que não digo o nome mas que consta que é amante de um conhecido dirigente de Futebol de um clube do Norte que provocou a instituição Bnefica e seus dirigentes com actos obscenos que não sei não...
Ai se eu mandasse...!

ganda said...

Deixa-me adivinhar, se fosses tu que mandasses punhas a gaja de 4 e pimba... pontapé na bolha!! (já tavam a pensar coisas :P)

Eu mantenho o mesmo discurso, tudo o que está à volta do jogo, toda a polémica, quando dá na TV eu mudo para a TVI para ver se já tá a dar a quinta dos VIPs, que atenta menos à paciência e à inteligencia...

ZP said...

O que os dirigentes do Benfica estão a fazer é ridículo, mas infelizmente para o nosso futebol, não é a primeira vez que vejo isso acontecer. Dirigentes dos 3 grandes já tiveram atitudes parecidas. Alguns deles, por vezes, até pressionam os árbitros durante toda a semana antes de um determinado jogo, outros mais senis (não sei se esta palavra existe) passam a vida a falar de um tal de sistema. O que eu tenho pena é que o meu clube poderia perfeitamente ter uma vantagem de 7 pontos sobre o principal rival, e graças a tudo o que aconteceu a vantagem neste momento é só de 1 ponto. Os penalties foram lances normais? Talvez no rugby...

Em relação à tal amante do Pinto da Costa, acho que é importância a mais que se está a dar a uma simples p*ta, mas eles lá sabem...

vbaptista said...

Pois é pessoal, fim de semana animado este...
Eu como adepto do futebol dentro das 4 linhas, tal como a maioria de voces, acho lamentavel todo o que se passou em redor de uma festa do futebol. Ou o que deveria ser. NA minha opiniao ninguém esta isento de culpas, a nao ser os jogadores e mesmo assim.
O jogo em si, poderia se devidir em dois jogos para ambas as equipas. Na primeira parte assistimos a umporto mais tranquilo e que conseguiu assim dominar o jogo e chegar ao golo. Na segunda parte por outro lado o porto limitou-se a defender o resultado e vimos o benfica a ir para cima do porto e a subjugalo. No entanto e infelizmente este dominio nao se traduziu em golos muito à culpa do senhor arbitro. O que é certo e o que vai ficar para a histório é a vitório do porto sobre o benfica por 1-0. Ou melhor isto seria o que se passaria antigamente, pois os digirentes do benficas vão levar a questao da arbitrgem até as ultimas estancias (FIFA, UEFA e raio á 4) para daqui para a frente poder existir uma responsabilidade dos arbitros durantes os jogos. O que isto vai dar... Vai isto dar em alguma coisa... E deverão ser os arbitros responsabilizados por alguma coisa? como todos sabemos é muito facil avaliar uma jogada no conforto do nosso sofá com a ajuda das cameras, e ao arbitro quem ajuda? Que tempotem ele para analizar ou mesmo pensar num lance...

"Portem-se....."