Tuesday, November 07, 2006

É assim que os USA mandem a sua liberdade de imprensa

A revista Newsweek possui uma capa diferente para cada região do mundo...

A capa de Setembro é muit elucidativa!!

Ora vejam:




powered by performancing firefox

6 comments:

dedinha said...

Olha olha não fazia a mínima ideia... Sim Sra, hipocrisia não lhes falta!!!

ZP said...

Há que lembrar que a maioria dos escândalos relacionados com a guerra do Iraque, como por exemplo os maus tratos na prisão de Abu Ghraib pelas tropas americanas, foram denunciados pela imprensa e meios de comunicação americanos. Os USA são também, provavelmente, o único país do mundo onde um comediante (neste caso Stephen Colbert) pode cascar forte e feio no seu presidente no jantar de correspondentes da casa branca, com o mundo inteiro a assistir, e este teve que se limitar a comer e calar.

Por muito que se queira dar uma imagem contrária, não há nada que o resto do mundo possa ensinar aos USA sobre liberdade de imprensa e de expressão.

Vanadis said...

Pelo menos nalgumas partes do país, senão o daily show já não estaria no ar. Alguém quer mais liberdade de imprensa que aquela??? Agora, qd são amendrontados ou subsidiados directamente pelo Bush, pois, isso já não sei...

Oprichnik said...

Bom... não sei, mas não creio que se possa falar de falta de liberdade de imprensa. Creio que o que se passa neste caso é diferente. Acho isso quase impossível acontecer nos estados unidos com todos os defeitos que têm... mas um escândalo é sempre um escândalo... veja-se o bill e a monika. Acho que o que se passa nesta situação é diferente. É o puro nacionalismo ao mais alto nível no seio de certa imprensa que neste caso é a newsweek. Isto é, esconder informação parte da própria organização e não do próprio governo.

ZP said...

O nacionalismo é uma explicação, na minha opinião não é a principal. O que vende mais nos USA, uma capa sobre a situação no Afeganistão ou uma capa mais ao estilo tablóide sobre a vida pessoal de uma figura pública dos USA? A segunda certamente. O mesmo aconteceria em Portugal, uma capa sobre a vida pessoal de Elsa Raposo ou Lili Caneças venderia mais do que uma capa sobre a situação política no Afeganistão, Iraque, ou numa das nossas ex-colónias. Chamar a isto censura é ridículo na minha opinião.

Apresentou demissão said...

Até em Portugal, em muitos jornais e pelo menos uma revista, que eu conheça, as capas são diferentes no norte e no centro, e até diferente nas ilhas, sul não sei, nunca leio jornais quando me desloco ao sul com tanta coisa boa pra fazer não resta tempo pra leitura. Seria interessante ver se, no interior tinha essa mesma reportagem do afeganistão ou se a tinham retirado nos estados unidos. Porque à semelhança com o que acontece em Portugal o poder politico tem a capacidade, em troca de contrapartidas fiscais, de retirar reportagens ou mesmo interromper temas diários por causar má imagem, não é senhor Socrates e Diário de Notícias?